ÁREA DO CLIENTE

Alimentos


No setor agropecuário, nota-se a crescente cobrança dos órgãos públicos, ONG´s, consumidores e da própria sociedade para que as propriedades rurais e os processadores de alimentos desenvolvam atividades ambientalmente corretas e forneçam produtos seguros para o consumo em diferentes mercados mundiais.
Dentre as certificações no agronegócio, a Brisot Consultoria oferece soluções práticas e objetivas em consultoria, treinamento para implementação de um sistema de gerenciamento com base nas normas:

 

BPF / GMP 

As Boas Práticas de Fabricação (BPF) abrangem um conjunto de medidas que devem ser adotadas pelas indústrias de alimentos e pelos serviços de alimentação, a fim de garantir a qualidade sanitária e a conformidade dos alimentos com os regulamentos técnicos.

A legislação sanitária federal regulamenta essas medidas em caráter geral, aplicável a todo o tipo de indústria de alimentos e serviço de alimentação, e também específico, voltadas às indústrias que processam determinadas categorias de alimentos.

Compete aos Serviços de Vigilância Sanitária Estaduais e Municipais o estabelecimento de normas complementares, de forma a abranger aspectos sanitários mais específicos à sua localidade, não podendo contrariar as normas federais.

 

APPCC / HACCP

Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controlo (APPCC), ou em inglês Hazard Analysis and Critical Control Point (HACCP) é um sistema de gestão de segurança de alimentos. O sistema baseia-se em analisar as diversas etapas da produção de alimentos, analisando os perigos potenciais à saúds dos consumidores, determinando medidas preventivas para controlar esses perigos através de pontos críticos de controle. Um sistema de APPCC é a base para a certificação pela NBR ISO 22000 ou FSSC 22000.

Um dos principais problemas relacionado ao processamento de alimentos é a segurança alimentar, ou seja, o controle de perigos de contaminação dos alimentos devido a perigos físicos, químicos ou microbiológicos. Estes podem ocorrer durante todas as fases do processo, desde a recepção de matérias primas, durante o seu armazenamento, na preparação e por fim na confecção do produto final que chega ao consumidor. O APPCC é uma técnica usada na análise de potenciais perigos das operações, identificando onde estes podem ocorrer e decidindo quais os críticos para a segurança, os chamados pontos críticos de controle (PCC). Da identificação das operações críticas, são definidos os pontos de controle críticos e são definidas as ações a tomar. Mantendo estes pontos sob controle garante-se a conformidade dos produtos produzidos.

 

NBR ISO 22000 
Sistema de Gestão da Segurança de Alimentos.

O padrão internacional NBR ISO 22000 especifica os requisitos para um sistema de gerenciamento de segurança de alimentos que envolve os seguintes elementos:

Sistema de gestão da qualidade - NBR ISO 9001

Boas práticas de fabricação - BPF/GMP

Programas de pré-requisito

Princípios Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle - APPCC/HACCP

Codex Alimentarius

O sistema de gestão NBR ISO 22000 pode ser aplicado independentemente de outros padrões do sistema de gerenciamento ou integrado aos requisitos do sistema de gerenciamento existente.

 

FSSC 22000
Sistema de Gestão da Segurança de Alimentos

O sisitema FSSC é composto pela norma NBR ISO 22000 com especificações técnicas que detalham quais e como os programas de pré-requisitos devem ser implementados, com requisitos adicionais estabelecidos pela proprietária do esquema, no caso a Foundation for Food Safety Certification. Dependendo do segmento da empresa, a especificação técnica de programas de pré-requisitos poderão ser:

ISO TS 22002-1 (Processamento industrial de alimentos);

ISO TS 22002-2 (Catering);

ISO TS 22002-3 (Agricultura);

ISO TS 22002-4 (Fabricantes de embalagens de alimentos).

IFS - International Featured Standards 

O IFS Food Standard é um padrão reconhecidopelo GFSI (Global Food Safety Initiative) para a auditoria de fabricantes de alimentos. O foco é a segurança de alimentos e a qualidade dos processos e produtos. Trata-se de empresas de processamento de alimentos e empresas que embalam produtos alimentares.

IFS Food aplica-se quando os produtos são "processados" ou quando há perigo para a contaminação do produto durante a embalagem primária. O Padrão é importante para todos os fabricantes de alimentos, especialmente para aqueles que produzem rótulos privados, pois contém muitos requisitos relacionados ao cumprimento das especificações do cliente.

A norma suporta os departamentos de produção e marketing em seus esforços para a segurança e qualidade da marca. A IFS Food foi desenvolvida com o envolvimento pleno e ativo de organismos de certificação, varejistas, indústrias de alimentos e empresas de serviços de alimentação associados aos grandes varejistas da França e membros do comitê técnico RAS.

 

IFS GLOBAL MARKETS FOOD 

O padrão IFS GLOBAL MARKETS FOOD define os requisitos para os processos de segurança de alimentos de uma organização. Esses requisitos incluem:

Implementação de um sistema de gestão da qualidade e da segurança de alimentos;

Capacidade de gestão de recursos Recursos humanos, instalações e equipamentos;

Planejamento intensivo e processamento de produção segura;

Higiene ambiental, pessoal e de processo;

Adequação de materiais de embalagem, máquinas e veículos;

Etiquetagem correta do produto (alérgenos, correção, escopo);

Sistemas para avaliação de fornecedores e prestadores de serviços;

Medições, análises, melhorias com visitas no local, inspeções, respostas de emergência e controle;

Segurança do produto, nas instalações e proteção do produto.

Para maiores esclarecimentos a respeito de nossa metodologia e solicitar uma proposta, entre em contato com nosso setor comercial.

Solicite sua Proposta


Brisot Consultoria e Treinamento © 2017 - Todos os direitos reservados